Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Como se faz a ideologia da "caridade"?

Muitos ficam chocados quando se contestam totens associados à ideia consagrada de caridade e filantropia. Curiosamente, a gente vê o lado real dessas pessoas "tão bondosas": em maioria, elas reagem como egoístas, raivosas e rancorosas que ainda são, presos nas suas zonas-de-conforto da fé deslumbrada e do fanatismo religioso.

Ao divulgar que Francisco Cândido Xavier e Divaldo Franco fizeram muito pouco pelo próximo, portanto, muito menos que suas consagradas imagens sugerem, muita gente fica chocada e reage com fúria, irritada e deprimida, tomada dos piores sentimentos. Afinal, que energias elevadas eles julgam ter? Eles não conseguem ser bons e evoluídos por conta própria.

O que está em jogo é que muitas pessoas se aprisionam a uma ideia formal de caridade, solidariedade, fraternidade e amor ao próximo. São apenas ideias materialistas de humildade, estereótipos de desapego, abnegação, resignação e doação que se prendem aos clichês moralistas relativos à caridade.

Mesmo a i…

Filantropia de Chico Xavier não passou de jogada marqueteira da Rede Globo

Sabe-se que Francisco Cândido Xavier tem uma trajetória muito mais cheia de confusões e escândalos do que qualquer esboço de coerência e consistência. Só que ele é adorado, até de maneira ferrenha e fundamentalista, porque ele é "bonzinho".

As pessoas falam tanto na sua "bondade e humildade", elas que não conseguem ser boas e humildes por conta própria. Além do mais, que bondade Chico Xavier realmente fez? As "afirmações" são muito vagas, superficiais e subjetivas, não têm qualquer tipo de embasamento.

O que poucos se lembram é que a "bondade e humildade" de Chico Xavier não passa de um truque publicitário montado pela Rede Globo de Televisão, à semelhança do que o jornalista britânico Malcolm Muggeridge, da BBC, fez com Madre Teresa de Calcutá, no documentário Algo Bonito para Deus (Something Beautiful for God), de 1969.

MALCOLM MUGGERIDGE "INVENTOU" O MITO "FILANTRÓPICO" DE MADRE TERESA.

A Madre Teresa, na verdade a freira …

Curto e grosso: Erasto reprovaria Chico Xavier

CHICO XAVIER SERIA REPROVADO, SEM RECUPERAÇÃO, PELO ESPIRITISMO AUTÊNTICO. E SEM ESSE PAPO DE SER BONZINHO.

Alguns ideólogos "espíritas", desesperados com as críticas que receberam, assustados com a crise que seu movimento sofre nos últimos anos, a pior desde que a corrente roustanguista - ligada a Jean-Baptiste Roustaing, o primeiro deturpador da Doutrina Espírita - , sofreu sua grave crise no Brasil e deu origem à atual corrente dúbia, agora tentam apelar.

Eles tendenciosamente usurpam o pensamento de Erasto, o espírito do antigo discípulo de Paulo de Tarso que havia divulgado seu aviso enérgico através de um discreto médium, conhecido apenas pelo nome de Sr. d'Ambel, discreto membro da Sociedade Espírita de Paris.

Tentam deturpar o sentido do aviso de Erasto para acobertar as mistificações que o "movimento espírita" sofre e se esforçam em manter de pé o abalado mito de Francisco Cândido Xavier, um dos maiores charlatães e traidores do pensamento espírita no …

Quem é que deixou Eduardo Cunha ser eleito?

Quem é que deixou Eduardo Cunha ser eleito? A prepotência descomunal e o senso de astúcia e oportunismo do presidente da Câmara dos Deputados, seu apetite por corrupção e sua arrogância em desmenti-la e ameaçar as pessoas mostra o quanto ele é um perigo para o país.

E quem elegeu Eduardo Cunha? Boa parte dos cariocas. Já dá para perceber que o Rio de Janeiro, que sofre uma infinidade de retrocessos, contribuiu muito para a chegada ao poder de uma figura dessas, um ex-chefão da Telerj que, como político, era um dos mais medíocres do Estado.

Até ser escolhido presidente da casa legislativa, Cunha era um político inexpressivo. Como vários do PMDB carioca que se promovem causando estragos na Segurança, no Transporte e na Economia, sem dar Educação que preste, sem garantir moradia digna para a população e fazendo pouco e comemorando demais para isso.

Só para se ter uma ideia, outro Eduardo, o Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro tão autoritário quanto seu xará, mas com a diferença de …

O Brasil e as questões mal-resolvidas da mulher com o machismo

CLÁUDIA CRUZ E SOLANGE GOMES - Duas maneiras de lidar com o machismo.

O Brasil está na vanguarda mundial? Não. Sua idade histórica de 515 anos não permite que nosso país esteja na dianteira do concerto das nações. Ele é o mais desafinado e demonstra incapaz de perceber questões e dilemas que os estrangeiros tiram logo de letra.

Eles desmascararam Madre Teresa de Calcutá de forma bem menos temerosa e traumática, mesmo quando seu mito parecia verossímil e arraigado a estigmas e paradigmas tradicionais da "boa velhinha". E no Brasil, um mito bem mais confuso e desastrado - e ainda por cima, com o escancarado lobby da Rede Globo - como o de Francisco Cândido Xavier, é difícil de ser desmascarado.

Aqui é o país em que os valores de vanguarda só encontram valor quando são deturpados, mesclados com princípios e práticas conservadores e se consolidam sem sequer metade de sua essência original. De repente, muitos dos "novos valores" que valem no nosso país não passam de uma…

Brasil, Curral do Mundo, Pátria do Latifúndio

Há uma onda de medo nas mídias sociais. Só que esse medo é muito mal direcionado. As pessoas andam se afastando das pessoas erradas, preferindo boicotar aqueles que demonstram ser uma grande enciclopédia de problemas a serem combatidos, resolvidos ou rejeitados.

É um quadro surreal num Brasil que quer derrubar a presidenta Dilma Rousseff mas pouco está aí para o macartismo de chanchada do deputado Eduardo Cunha ou para o fascismo pós-tropicalista de Eduardo Paes e sua turma no Rio de Janeiro.

Um Brasil que acha normal pessoas chamarem Dilma de nazi-fascista e Lula de gângster, mas se afastam quando alguém diz que o Rio sofre um retrocesso vertiginoso. O afastamento de pessoas aparente amigas a gente que "reclama demais" mostra o caráter de medo, conformismo e subserviência de pessoas presas no Titanic de suas "zonas de conforto".

Daí que o que se observa no inconsciente coletivo das pessoas é o medo do ativismo. Evitam dar ouvidos a quem contesta mais de três irre…

O desespero dos "espíritas"

TERREMOTO EM NOSSO LAR.

Os "espíritas" brasileiros estão preocupados com o crescimento de denúncias e questionamentos que se multiplicam na Internet, pondo em xeque crenças e procedimentos antes estáveis. É verdade que eles estão surpresos, porque durante muito tempo a doutrina confusa que eles defendiam nos últimos 40 anos sempre se mantinha em estabilidade e êxito.

Agora os escândalos se multiplicam, além da divulgação, na Internet, de antigos escândalos que tiveram raiz nos dois maiores erros cometidos pelo "movimento espírita" brasileiro: a preferência pelo misticismo católico em detrimento do cientificismo de Allan Kardec e o desconhecimento das práticas, conceitos e critérios da Ciência Espírita.

Acreditavam seus seguidores e líderes que o "movimento espírita" viveria na eterna paz e no equilíbrio infinito adotando uma postura dúbia de declarar fidelidade absoluta a Allan Kardec e seguir as ideias igrejistas de Francisco Cândido Xavier.

Achavam que …

Notaram que o Brasil regrediu demais?

BANDEIRA DO BRASIL PERDENDO AS CORES E O BRILHO.

Notaram que o Brasil regrediu demais nas últimas cinco décadas? E perceberam que isso é muito mais grave do que se imagina? E sabem que isso pode afetar diretamente suas vidas e pode comprometer seu futuro?

Antes das pessoas começarem a rir, fingir que isso é uma informação óbvia e retornarem para "coisas importantes" como contar piadas sem graça para os amigos, tomar chope, ir ao Maracanã - meca do fanatismo futebolístico, no Brasil - , ir ao WhatsApp para ver aquela nova imagem do cavalo que levou um susto ao ver um coelho, sem falar da "boa leitura" dos livros para colorir.

Fingir concordar com alguma coisa é fácil. As pessoas curtem uma postagem, dizem OK e fica nisso. Depois voltam para as suas bobagens ou se isolam nas mídias sociais para suas zonas de conforto culturais, conformados com os retrocessos que se acumulam feito bola de neve.

E por que o Brasil caiu tanto, a ponto do sonho de Francisco Cândido Xavie…

Não dá para ser fiel e infiel ao mesmo tempo

NO DISCURSO, FICA MAIS FÁCIL - O aparente "equilíbrio" entre religião e ciência atribuído a Allan Kardec.

O "movimento espírita" tem o grande cacoete de se julgar "equilibrado" com sua contradição. Se julgam rigorosa, inabalável e sinceramente fiéis ao pensamento científico de Allan Kardec e o traem o tempo todo, mantendo as mistificações que descaraterizaram a Doutrina Espírita no Brasil.

Criam todo um malabarismo discursivo, todo um aparato de posturas e ideias que, nos últimos 40 anos, sempre revelava seus "cavaleiros da esperança" na pretensa luta pelo respeito ao pensamento kardeciano.

De repente, surgem páginas "espíritas" condenando a "vaticanização do Espiritismo", criticando as inserções de dogmas e ritos católicos na Doutrina Espírita, enfatizando a missão científica de Allan Kardec, seu projeto pedagógico, suas análises científicas e tudo o mais.

E aí vão fazendo um desfile de cientistas e assuntos de sua natureza,…

Como os "espíritas" podem ser tão burros?

GERSON SIMÕES MONTEIRO - O homem que espalhou a mentira de que Chico Xavier "descobriu" vida em Marte.

Como os "espíritas" podem ser tão burros? Como eles podem ser tão estúpidos? A ideia é não reagir assim a tantas bobagens cometidas pelo "movimento espírita", mas ver que eles são capazes de mandar a lógica às favas em nome do "amor ao próximo" é de assustar.

Afinal, não somos nós que inclinamos a ofender os "espíritas" quando eles se fixam em crendices e delírios absurdos. Eles é que se inclinam a ofender a realidade dos fatos, achando serem os detentores da "visão do outro mundo". Eles é que tentam dizer que a ignorância que eles têm sobre tantas coisas é um "tipo de sabedoria".

Isso é assustador. É estarrecedor! E ainda querem mandar no mundo com sua burrice. Não conhecem coisa alguma sobre História, sobre Ciências em geral, e acham que podem ser os "mais sábios", usando a desculpa do "amor",…