Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2016

"Espiritismo" brasileiro só quer que você "aceite as coisas"

SEGUNDO OS "ESPÍRITAS", ESTE É UM INSTRUMENTO PERIGOSO E MALICIOSO.

O "espiritismo" brasileiro, em tese, apoia a busca do Conhecimento, a ação da Ciência, a prática da Lógica, e valoriza a inteligência humana. Mas tão somente em tese. Na realidade, porém, o que está por trás de tanta retórica está o contrário disso tudo.

É bom desconfiar quando enunciados são desmentidos pelos pormenores, quando a teoria é contrariada pela prática, quando o conteúdo revela-se oposto ao que a aparência sugeria. E isso se observa no "espiritismo" brasileiro, que pelo seu histórico sempre demonstrou ser contrário à verdadeira busca do Conhecimento e da Lógica.

Surgido em 1884, o "movimento espírita" brasileiro teve sua raiz formada pela adesão de dissidentes católicos. A opção original era a obra de Jean-Baptiste Roustaing, e não de Allan Kardec, considerado "indigesto" e "complicado" para aqueles religiosos.

Além disso, o "movimento espíri…

Por que a mídia brasileira avacalha tanto a imagem da mulher solteira?

A EX-BBB PRISCILA PIRES PERSONIFICA ESTEREÓTIPOS QUE A GRANDE MÍDIA ATRIBUI À MULHER SOLTEIRA: APEGO À CURTIÇÃO E AO SENSUALISMO.

O Brasil tem uma das piores mídias do mundo. Isso influi em muitos aspectos, até no "espiritismo" que temos, igrejista, mistificador e hipócrita, e em muitos hábitos e crenças que seguem mais a cartilha de sociedades conservadoras e obscurantistas do que da modernidade de hoje.

Muito se fala das manobras que a grande mídia reacionária e corporativista faz. Defende os interesses de grandes grupos empresariais em detrimento do interesse público, e confunde o direito de fazer oposição ao Partido dos Trabalhadores com a depreciação gratuita do partido e de seus políticos, da "livre" difamação que se faz contra Lula, Dilma Rousseff, José Dirceu, José Genoíno etc.

Mas esses são apenas alguns aspectos principais. Há preconceitos sociais cruéis expressos, às vezes sem muita sutileza, nos programas humorísticos e nos comerciais de publicidade. Al…

Ex-funcionário acusa líder "espírita" de amaldiçoá-lo quanto a busca de emprego

Recebemos um e-mail de um homem de cerca de 40 anos, que deixou o "espiritismo", que reclama das energias que o impedem de arrumar um emprego. Ele conta um histórico muito triste, envolvendo uma empresa controlada por um conhecido líder "espírita". Ele preserva sua identidade sob sigilo.

Era uma editora, localizada em uma capital do Nordeste. O líder "espírita" é uma figura bem conhecida, com seus textos grotescos e aparentemente coloquiais, nos quais ele usa jargões que lhe são próprios como "é preciso deixar de ser besta". Atualmente ele vive em São Paulo e de vez em quando publica textos na Internet.

Jornalista formado, o rapaz viu o anúncio de uma oferta de emprego na editora "espírita" na reitoria de uma Universidade. Se dirigiu para lá e foi entrevistado pelo próprio dono da editora, o tal líder "espírita" (considerada figura respeitada no meio, em todo o país). Deixou seu currículo para que a editora avaliasse sua pro…

O apego dos brasileiros ao antigo e retrógrado

FRASES BONITINHAS E ESTEREÓTIPOS RELIGIOSOS GARANTEM APEGO OBSESSIVO DOS BRASILEIROS AO MITO DE CHICO XAVIER.

É preocupante o apego que as pessoas no Brasil têm do que é velho e apodrecido, do que é retrógrado e antiquado. Tomados de temores diversos, de viciadas nostalgias a tempos mais primitivos e ainda inclinados a valores moralistas aqui e ali, os brasileiros que agem assim impedem de forma decisiva que o país progrida rompendo com seus entulhos ideológicos e culturais.

O caso de Francisco Cândido Xavier é bastante ilustrativo. A histeria e a idolatria extremas em torno de Chico Xavier chega aos níveis de obsessão e apego extremo, algo muito estranhos para uma doutrina como o "espiritismo" brasileiro, que se diz dedicado ao desapego e à desobsessão.

Mas esse é só um exemplo, e dos piores. Afinal, como um mero plagiador de livros, criador de pastiches literários rudimentares - seus livros eram pretensamente cultos, mas brutalmente rebuscados e ideologicamente retrógrados…